4 de janeiro de 2013

UM POUCO SOBRE ANIQUILAR AS INSEGURANÇAS

        O medo e a insegurança estão entres os piores inimigos de um homem. Estes sentimentos negativos derivam de situações vividas durante seu crescimento e, com a descensão dos atributos masculinos ocorrida nestes últimos anos, tem-se piorado mais ainda este quadro.
        Percebe-se que a maioria absoluta dos machos atuais são inseguros, cheios de medos e não fazem nada, simplesmente nada para detonar estes sentimentos negativos relacionados a estes obstáculos. Existe um afundamento tão profundo na negatividade e na zona de conforto que estes acham e erroneamente convencem a si mesmos de que isso faz parte de sua personalidade. Felizmente pode-se constatar na prática o contrário.

        De onde vem a insegurança?
        A insegurança e os medos, como falei anteriormente, derivam de atitudes sutis que tomamos no dia-a-dia, que se forem observadas detalhadamente podem ser percebidas; são estas que acabam por influenciar e gerar sentimentos negativos e reações influenciadas pelo ego.

        A insegurança é uma forma de alimentar o apego. Nos sentimos inseguros, acabamos por criar mentalmente situações hipotéticas e negativas em relação às nossas atitudes para com as pessoas que nos cercam, sejam do trabalho, faculdade, colégio, mulheres, etc. Estes pensamentos geram reações inseguras e medos que detonam a autoestima masculina e agravam cada vez mais essas fraquezas e intemperanças, tornando-se uma bola de neve negativa que cresce diariamente.

        Ao contrário do que muitos pensam, uma forma efetiva de tentar se livrar dessas inseguranças e medos é eliminar essas "cargas" de nossos pensamentos e atitudes, não existe uma forma de tornar-se seguro e autoconfiante do nada, apenas querer tomar uma atitude forte e seguir sem antes eliminar as inseguranças, pois quando fazemos isto sem elimina-las, estamos apenas nos mascarando, podendo ser desmascarados quando uma situação mais "pesada" estiver em curso.

        Sobre as atitudes e pensamentos sutis que mencionei anteriormente, posso exemplificar algumas:


  • Deixar de falar algo por medo de não aprovarem;
  • Olhar para uma mulher atraente e quando esta puxar papo, ficar imaginando formas de alargar a conversa enquanto a conversa está acontecendo(ou até mesmo antes);
  • Permitir que elogios o alegrem e criticas o coloquem para baixo;
  • Não fazer algo novo por medo de errar;
  • Se retrair em situações onde exige-se um pouco de ousadia;
  • Dentre outras.


        Tá bom, estas não são tão sutis assim, mas acho que deu para passar o recado. São atitudes desse "naipe" que o levam a se tornar mais inseguro. Detone-as de sua vida, observe-as diariamente e tente elimina-las progressivamente de sua vida. Muito importante: não seja um neurótico que corre atrás de segurança e outras virtudes, pois quanto mais você se esforça gananciosamente e descontroladamente, tornando-se escravo dessa busca, você estará indo em uma direção contrária a que você almeja chegar.

       O segredo está em eliminar esses esforços e como falei: detonar as atitudes fracas de sua vida. Nós nos esforçamos demais, tentamos ser algo que não somos e caminhamos rumo a patamares que não nos interessa por pura ilusão egoica.

abraço a todos.

6 comentários:

  1. Todo homem deveria ler este texto!

    ResponderExcluir
  2. Uma das lições que aprendi comigo é: Se for errar faça com convicção deixem os temores para as damas, elas precisam mais do que nós.

    ResponderExcluir
  3. "o fim do mundo começou - amor dissidente" alowwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww mto bom! nunca pensei que alguem visse o que eu sempre vi.. sempre falam tb dos 3 dias de trevas... pra mim, é exatamente oq esse artigo descreveu. dá os parabéns aí pra mim. =)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns. ...dissertação absolutamente sensata. ..

    ResponderExcluir
  5. Parabéns. ...dissertação absolutamente sensata. ..

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...